Fisichella: “Competir pela Ferrari seria um sonho”

27 08 2009

Na categoria desde 1996, Fisichella compete atualmente pela Force India, mas gostou de ser relacionado pela imprensa especializada para representar o time de Maranello no GP da Itália.

“Acho que existem muitos rumores, e vi meu nome no topo das listas em todos os lugares, mas a Ferrari não me ligou, então, para mim, isso é nada”, comentou o piloto de 36 anos na coletiva oficial do GP da Bélgica.

“Se eles tivessem me ligado, poderia dizer mais, mas sou um piloto da Force India. Simples”, continuou Fisichella, que considera “um sonho” a chance de poder representar a marca italiana nas pistas.

“Claro, correr pela Ferrari é um sonho para todos os pilotos. Especialmente para mim, que sou italiano, e próximo da aposentadoria. Seria muito legal”, afirmou Fisichella, que tem passagens por Minardi, Jordan, Benetton, Sauber e Renault.

“Tenho 220 GPs no momento, e esta seria uma pressão muito boa para mim. Não seria um problema, mas, sim, uma boa oportunidade, mas não posso dizer mais”, encerrou.

Fisichella em Mônaco

Fisichella em Mônaco

Anúncios




Raikkonen elogia Badoer e deseja melhoras a Massa

19 08 2009

Em sua coluna no site oficial da Ferrari, Kimi raikkonen falou à respeito de Badoer e do brasileiro Felipe Massa

O Campeão de 2007 elogiou Badoer e não perdeu a portunidade de desejar uma rápida recuperação do brasileiro

“Terei um novo companheiro de equipe em Valência. Em vez de Felipe _e quero desejar-lhe os melhores votos de uma rápida recuperação_, lá estará Luca Badoer”, disse.

“Ele tem sido o piloto de testes oficial da escuderia há muitos anos, e eu estou feliz que ele finalmente tenha a chance de correr com uma Ferrari. Realmente lhe desejo boa sorte e estou certo de que vamos trabalhar bem juntos.”

“A equipe teve um bom resultado na Hungria, o que nos permitiu subir de volta ao terceiro lugar no Mundial de Construtores. Este é o objetivo da equipe para a parte final da temporada. Espero ganhar pelo menos uma corrida, depois de um terceiro lugar em Mônaco e um segundo lugar em Budapeste.”

“Neste ano, fui bem em pistas travadas. Basta olhar para Melbourne, onde eu poderia ter acabado no pódio, depois Mônaco e Budapeste”, prosseguiu. “No ano passado, não terminei a corrida em Valência por causa de uma falha no motor. Neste ano, quero um lugar no pódio. Nosso objetivo é realista, embora saibamos que será difícil.”

“A classificação será fundamental: é importante largar nas primeiras posições, talvez até do lado limpo da pista. É uma desvantagem largar do lado sujo do grid nesta pista, porque ela nunca é utilizada durante o resto do ano.”

“Espero temperaturas extremamente altas e muita umidade, o que tornará ainda mais difícil nosso trabalho durante todo o fim de semana”, finalizou.

Kimi Raikkonen, em Silverstone

Kimi Raikkonen, em Silverstone