Dirigente espanhol chama Nelsinho de “garoto tonto”

18 09 2009

Carlos Gracia, presidente da Federação Espanhola de Automobilismo, criticou duramente Nelsinho Piquet e seu pai, Nelson, em função da polêmica no GP de Cingapura de 2008, no qual o ex-piloto da Renault teria aceitado bater de forma deliberada para favorecer Fernando Alonso e garantir a renovação de seu contrato.

O dirigente espanhol não poupou ataques à família Piquet: “Este garoto, se dependesse de mim, não guiaria nem cegos”, disse. “É um absurdo tão grande que além de ter se beneficiado [com a “delação premiada” da FIA], disse que só provocou o acidente para poder renovar seu contrato para 2009, o que de fato aconteceu.”

“Então, me parece que ele é um tipo de pessoa que não apenas deveria receber uma punição do Conselho Mundial da FIA como também ser julgado pela justiça comum”, prosseguiu.

“Nelsinho é um garoto tonto que não sabe se acelerou ou não, porque é comum vê-lo sofrer acidentes. Desde que estreou pela Renault, foram 17. Seu pai [Nelson Piquet] tem um filho incontrolável e é um pai ressentido. Então, quando colocam tudo no ventilador, tentam colocar o máximo de pessoas no meio.”

“Ele queria especialmente a cabeça de Flavio Briatore. Se a imoralidade foi feita por estes dois senhores [Briatore e Pat Symonds], então é ótimo que eles tenham saído da F-1”, disse.

“Porque seja Briatore _por mais fama que tenha_ ou seja Symonds, está claro que estas duas pessoas não interessam à categoria”, completou.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: