Fisichella, 14º, comemora resultado da Force India

12 09 2009
Fisichella em Monza

Fisichella em Monza

Giancarlo Fisichella trocou a Force India pela Ferrari, para substituir Felipe Massa na equipe italiana. No entanto, enquanto o time indiano colocou seus dois carros no Q3 _com Adrian Sutil em 2º lugar no grid_, o novo substituto de Massa larga apenas em 14º.

O italiano negou qualquer arrependimento por ter feito a troca: “Estou feliz por eles. Estou feliz mesmo, porque fiz um trabalho fantástico por lá”, disse.

“Fiz um fantástico desenvolvimento do carro e este é o resultado. Estou feliz, porque na última corrida [na Bélgica] eu fui 2º colocado e fiz uma pole position, o que foi um grande resultado.”

“Mas isto _a chance de ser um piloto da Ferrari_ sempre foi o sonho da minha vida e, mesmo que a Force India vença as próximas cinco corridas, eu tomaria a mesma decisão. Quero ser um piloto da Ferrari até o fim da temporada”, assegurou.

“Estou feliz com minha escolha e estou certo de que posso fazer um bom trabalho.”

Fisico lamentou o acidente sofrido na terceira sessão livre, quando perdeu o controle de seu carro na curva Parabolica, saiu da pista e destruiu a suspensão dianteira esquerda na proteção de pneus. Para o piloto, o pouco tempo na pista e os danos no carro comprometeram seu desempenho na classificação.

“Depois de muitos anos de F-1, tenho muita experiência e sei como é importante a terceira sessão livre. É realmente importante _especialmente para minha equipe. Era importante fazer um bom número de voltas, para sentir melhor o carro, encontrar o melhor acerto para a classificação, trabalhar com os pneus macios… mas fiquei pouco tempo na pista.”

“Fiquei muito triste, realmente decepcionado, antes da classificação. Eu não estava confortável e confiante, mas considerando tudo isso, para mim este é um bom resultado.”

“A equipe está muito feliz, considerando o que aconteceu e levando em consideração minha posição de largada para amanhã. Então agradeço a todos os meus mecânicos, que fizeram um trabalho fantástico para reconstruir o carro a tempo para a sessão de classificação, após o acidente.”

Por fim, Fisichella contou sua nova experiência utilizando o Kers _uma novidade para o piloto, já que a Force India não conta com a tecnologia_ e comparou o VJM02 com o F60.

“Usar o Kers não é fácil, mas também não é difícil. É uma opção que lhe dá uma boa aceleração para a curva 2, na saída da segunda de Lesmo e na última curva. Você precisa ligá-lo, mas é preciso desligá-lo, depois, e você precisa mudar alguns outros botões para cima e para baixo.”

“Estou muito mais ocupado agora em comparação com o que eu estava na Force Índia, onde nem sequer existe um ajuste do aerofólio dianteiro. Preciso trabalhar muito bem com meu engenheiro, que está fazendo um trabalho fantástico.”

“No rádio, conversei muito com ele e ele me ajudou a seguir a direção certa, então com certeza só preciso melhorar. Tudo está indo bem e amanhã será um dia muito melhor para mim; tenho uma boa oportunidade de ir bem na corrida”, encerrou.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: