Schumacher voltará em circuito que não dá tanta dor no pescoço

7 08 2009
Schumacher pilotando uma Ferrari de 1951 em Silverstone em 2001

Schumacher pilotando uma Ferrari de 1951 em Silverstone em 2001

O heptacampeão Michael Schumacher, que irá substituir Felipe Massa na Ferrari, até o o brasileiro estar totalmente recuperado do acidente sofrido no Q2 – 2ª parte do treino classificatório – para o GP da Hungria, reclamou de dores no pescoço com alguns testes, porém ele irá reestrear num circuito que não exige tanto a musculatura do pescoço.

Segundo reportagem publicada nesta sexta-feira pelo jornal espanhol As, o máximo de força G (a força da gravidade produzida sobre um objeto) que Schumacher precisará suportar no circuito de Valência é de 3G, na curva 14.

Porém, se Schumacher tiver que substituir Felipe Massa até o final do ano, ele vai ter que enfrentar 5G no GP da Bélgica, Itália e Brasil.

Schumacher está treinando com karts e fazendo uma preparação física especial para poder correr em 23 de agosto, no GP da Europa.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: